28 de fevereiro de 2018 às 14h12m
Itatira é 21º município a receber campanha Ceará sem Drogas

O município de Itatira recebeu, na manhã desta quarta-feira (28/02), a 21ª edição da Campanha Ceará Sem Drogas, realizada pela Assembleia Legislativa do Ceará. O evento, o primeiro de 2018, reuniu cerca de mil pessoas na Escola de Ensino Médio Nazaré Guerra, para um debate sobre as consequências do uso de drogas.

presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque

Já Morada Nova recebe a 22ª edição da campanha Ceará sem Drogas, nesta quinta-feira (01/03), às 9h30. Na sexta-feira (02/03), no mesmo horário, será a vez de Itapajé sediar a 23ª edição.

 

No evento desta quarta-feira, em Itatira, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), responsável pela iniciativa, agradeceu a presença do público e acrescentou que um dos objetivos da campanha é evitar o primeiro contato dos jovens com as drogas. “Sabemos que a grande maioria dos dependentes químicos entrou nesse caminho pela curiosidade e acreditamos que, com a palestra de Walter Casagrande, vocês pensarão melhor”, salientou.

 

O parlamentar informou ainda que, somente de janeiro a março de 2017, 85% das pessoas assassinadas em Fortaleza tinham algum envolvimento com drogas. Além disso, a cada grupo de seis municípios cearenses, um deles registra altos níveis de problemas relacionados ao consumo de crack.

 

O prefeito de Itatira, Antônio Almir, parabenizou a Assembleia por proporcionar aos jovens cearenses a oportunidade de ouvir o relato de uma referência no esporte, que tem conseguido superar a dependência química. “Por mais que seja um assunto delicado, precisamos levar essa discussão para as escolas e lares”, opinou.

 

Ao iniciar a conversa com o público, o comentarista esportivo e ex-jogador de futebol Walter Casagrande relembrou a história dele no esporte e como foi sua experiência com as drogas. Ele alertou para o fato de que o usuário não se considera um dependente. “Eu não me considerava mal (de saúde). Mas já estava em um ponto que não me alimentava mais, não tomava banho, comecei a ter surtos psicóticos”, relatou.

 

Casagrande também lembrou a importância de não marginalizar o usuário de drogas. “A família e os profissionais de saúde devem encarar o dependente como alguém que precisa de ajuda. O Ceará, hoje, conta com conselhos e uma Secretaria Especial sobre Drogas. Procurem esses serviços e acreditem nesse tratamento”, recomendou.

 

Para o aluno do 3º da Escola de Ensino Médio Antonio Sabino Guerra, Kayan Alves, de 17 anos, a palestra possibilitou uma reflexão sobre o consumo de drogas pelos jovens e a importância de se evitar um primeiro contato. Já a estudante do 8º ano da Escola de Ensino Fundamental José Paulo de Sousa, Mirella Viana, de 13 anos, confidenciou que um amigo de sua idade já é usuário. “Ele está aqui hoje assistindo a essa palestra e espero que pare após ouvir como o futuro pode ser ruim”, torceu.

 

Estiveram presentes no evento ainda o deputado Bruno Pedrosa (PP), prefeito Antônio Almir, vereador Almir Costa, a secretária de Políticas sobre Drogas, Aline Bezerra, entre outras autoridades.

 

A campanha Ceará sem Drogas já levou sua palestra para os municípios de Aracati, Acaraú, Aquiraz, Campos Sales, Cruz, Crateús, Crato, Fortaleza, Horizonte, Limoeiro do Norte, Nova Russas, Ocara, Russas, Sobral e Brejo Santo, Boa Viagem e Várzea Alegre.

 

Serviço

Atendimento do Centro de Referência sobre Drogas (CRD): 0800 275 1475.

Mais informações sobre a Campanha Ceará sem Drogas na AL: 3277 2504.


Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001