27 de fevereiro de 2018 às 11h25m
MEC institui programa para apoiar alfabetização em escolas vulneráveis

Medida é destinada aos alunos do 1º e 2º anos do ensino fundamental e vem ao encontro da decisão do governo de antecipar a conclusão da alfabetização para o 2º ano.

Ministério da Educação vai instituir um programa que visa apoiar escolas da rede pública consideradas vulneráveis no processo de alfabetização das crianças do 1º e 2º anos do ensino fundamental. A portaria do Mais Alfabetização foi publicada no Diário Oficial da Uniãodesta segunda-feira (26).

O programa vem ao encontro da decisão do governo de antecipar a alfabetização para o final do 2º ano do ensino fundamental - antes ela ocorria ao final do 3º ano, conforme a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) aprovada em dezembro do ano passado.

A portaria define como escola vulnerável as que atendem a pelo menos um dos dois critérios:

  • possuem mais de 50% de estudantes com resultados insuficientes em áreas como leitura, escrita e matemática em provas como a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA);
  • que apresentarem índice de nível socioeconômico muito baixo, baixo, médio baixo e médio, segundo a classificação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O MEC vai oferecer apoio técnico com formação de professores e apoio financeiro com aquisição de materiais e cobertura de despesas com transporte e alimentação dos assistentes de alfabetização.

Os estados e municípios que cumprem os requisitos precisam aderir ao programa e informar o plano de ações para garantir o processo de aprendizagem dos alunos do 1º e 2º ano do ensino fundamental.


Fonte: g1.com

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001