08 de fevereiro de 2018 às 11h33m
IPTU: Caucaia quer aumentar arrecadação e chegar a R$ 20 milhões

Caucaia encerrou 2017 com aumento de 35% na arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em relação ao ano anterior. Um marco da nova política da Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Orçamento (Sefin). Medidas essas que devem fazer a cidade registrar em 2020 o recolhimento de R$ 20 milhões do tributo e ampliar ainda mais a capacidade de investimento da Prefeitura.


O patamar de R$ 20 milhões representará crescimento de 227% na arrecadação em relação a 2016, último ano de gestão da administração anterior, e de 135% em relação a 2017, primeiro ano de mandato do prefeito Naumi Amorim. Para 2018, a Sefin projeta uma arrecadação de IPTU de R$ 12 milhões.

Isso significará aumento de 41% em relação a 2017 e de 96% em relação a 2016. “A gente já avançou muito no primeiro ano investindo todo o valor arrecadado com IPTU em saúde, mas Caucaia passou tanto tempo no abandono que a gente precisa fazer mais pra oferecer um serviço melhor. É o que as pessoas mais me pedem. E é o que vamos fazer”, afirma Naumi Amorim.

O primeiro passo para ampliar a arrecadação foi aperfeiçoar a logística de distribuição dos carnês aos contribuintes. Em anos anteriores, muitos caucaienses sequer recebiam o documento em casa. “Avaliamos como eram feitas as entregas e percebemos que tinha muita coisa errada. Tentamos entregar o máximo. O esforço foi grande, mas a gente já teve resposta”, pontua o titular da Sefin, Marcus Mota de Paula Cavalcante.

Além disso, ele acredita que a população entendeu a mensagem que o Comitê de Gestão Fiscal (Cogefi) quis passar ao determinar a aplicação de toda a arrecadação do IPTU em 2017 na saúde. Isso permitiu, por exemplo, a reforma do Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha e a normalização da distribuição de remédios nos postos e outras unidades.

“A população está vendo que o prefeito está se esforçando e usando bem e com responsabilidade o dinheiro público. Isso fez o aumento [da arrecadação] ser algo natural. As pessoas pagam porque sabem que vão ter um retorno. Veem o prefeito fazendo a parte dele e fazem a parte delas”, acrescenta o secretário.

Por fim, as ações do “Caucaia Cidadã” também ajudaram. O programa de educação fiscal da Prefeitura promoveu uma série de atividades em 2017 para conscientizar jovens e adultos quanto à importância do pagamento de impostos e sobre o perigo da sonegação de tributos.

O calendário de atividades continuará em 2018. “De todos os impostos municipais, o IPTU era o que estava mais defasado. Se você traçar um comparativo de Caucaia com outras cidades do mesmo porte, vai perceber o quanto estávamos defasados e agora estamos avançando. Chegar em 2020 com R$ 20 milhões arrecadados é uma meta desafiadora? É. Mas também é uma meta palpável”, finaliza Marcus Mota.

PARA ENTENDER O IPTU
2016: R$ 6,1 milhões
2017: R$ 8,5 milhões (aumento de 35% em relação a 2016)
2018: R$ 12 milhões (aumento de 41% em relação a 2017 e de 96% sobre 2016)
2020: R$ 20 milhões (aumento de 66% em relação a 2018 e de 227% sobre 2016)

---------

Itambé: Operação de limpeza da Lagoa é iniciada

function interacaoNoticias(div) { var divHide = div == '#enviaEmail' ? '#comentarios' : '#enviaEmail'; var divShow = div == '#enviaEmail' ? '#enviaEmail' : '#comentarios'; if (!$(divHide).is(":hidden")) { $($(divHide)).hide(); } if ($(divShow).is(":hidden")) { $(divShow).show(); } else { $(divShow).hide(); } }
Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001