08 de janeiro de 2018 às 17h30m
Auxílio-moradia para o Judiciário cresceu 5.600% desde 2010

A análise foi divulgada em uma nota técnica do Senado, elaborada a partir do pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Judiciário teve maior alta nos gastos com auxílio-moradia
Crédito: Valter Campanato/Agência Brasi

Levantamento realizado pela Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle do Senado revelou que o valor gasto pelo Judiciário com auxílio-moradia de seus servidores cresceu 5.684% na comparação entre 2010 e 2017. No ano passado, até 7 de dezembro, foram direcionados R$ 291 milhões para o pagamento dos benefícios.

Em 2010, o Judiciário recebeu R$ 5 milhões para pagar os benefícios aos seus servidores. O levantamento (íntegra) inclui os valores registrados em anos anteriores, mas ainda com pagamento pendente no ano analisado e os valores pagos no ano indicado.

A análise foi divulgada em uma nota técnica do Senado, elaborada a partir do pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Na sequência do Judiciário, o Ministério Público foi quem teve maior inflação no gasto com o benefício –aumento de 3.271% desde 2010. No início da década, foram gastos R$ 3,3 milhões para o auxílio aos servidores, contra R$ 108 milhões no ano passado.

Mesmo com um ritmo de crescimento menos explosivo do que o de Judiciário e Ministério Público, o Poder Executivo é o que mais gasta  com auxílio-moradia: nos órgãos analisados na esfera federal, foram mais de R$ 330 milhões no ano passado. Na comparação com 2010, a alta foi de 864%.



Fonte: www.poder360.com.br

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001