06 de dezembro de 2017 às 07h04m
Latam lançará voos para EUA a partir de Fortaleza

Fortaleza está se destacando, a cada dia que passa, como uma cidade que tem uma posição geográfica estratégica para o turismo internacional.

Ontem, o Grupo Latam Airlines anunciou a intenção de operar novos voos próprios, para destinos no exterior, saindo da Região Nordeste. O pacote de investimentos prevê novas operações para a América do Norte e a América do Sul a partir de Fortaleza, Salvador e Recife.

A capital cearense será a cidade com o maior número de investimentos, com uma nova rota para Orlando (EUA) e aumento das operações para Miami (EUA). Todos os voos devem ser operados pela Latam Airlines Brasil, que ainda aguarda a aprovação das autoridades brasileiras, como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), para confirmar os lançamentos.

Outras novidades previstas são o lançamento da rota Salvador-Miami e a transformação do voo temporário Salvador-Buenos Aires em operação regular. A companhia planeja, ainda, ampliar as operações nas rotas Recife-Miami e Recife-Buenos Aires. “No Brasil, somente a Latam tem a capacidade de lançar e operar voos internacionais próprios nesta escala. Neste sentido, o Nordeste brasileiro ocupa posição estratégica na expansão da nossa malha aérea global, muito além de ser apenas um simples ponto de conexão com parceiros do exterior”, disse Jerome Cadier, CEO da companhia no Brasil.

Atração
De acordo com o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, se esses investimentos se confirmarem, será o resultado do extenso trabalho que vinha sendo feito pela equipe da Setur e o governador Camilo Santana, no sentido de fazer de Fortaleza um ponto estratégico de malha aérea para toda a América Latina. “Os grandes aviões das companhias que fazem os voos intercontinentais chegariam aqui e retornariam no mesmo dia para Estados Unidos ou Europa, por exemplo, reduzindo bastante os custos operacionais. Além disso, representaria uma economia gigantesca nas operações de leasing realizadas pelas companhias para efetuar a compra dessas aeronaves de grande porte”, explicou.

Uma vez chegando ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, os passageiros seriam embarcados em aeronaves menores para todo o Brasil e outros países latinos, uma vez que esses aviões, como o Boeing 737, possuem autonomia para realizar essa distribuição. “Já apresentamos esta possibilidade de Fortaleza ser um hub para inúmeras companhias aéreas internacionais, inclusive com a concessão uma série de incentivos fiscais para isso. Dessa forma, o turismo no Ceará terá um impulso ainda maior, tendo em vista os investimentos da ordem de R$ 600 milhões que o grupo alemão Fraport AG fará em nosso principal aeroporto”, lembrou Arialdo Pinho.

O CEO da Latam Brasil ressaltou que o início das operações ainda está dependendo de autorização, mas que deverá ocorrer outros investimentos no sequência. “Quando confirmados, esses lançamentos vão fortalecer a nossa parceria com a região e representarão apenas o início de negociações para outros futuros investimentos. Tanto a Latam quanto os governos estaduais do Nordeste têm se esforçado de forma conjunta para criar mercados rentáveis e sustentáveis, oferecendo as melhores opções de viagem ao cliente”, completou Cadier.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001