24 de agosto de 2017 às 19h08m
Primeira-dama do Ceará: Onélia Santana acompanha visita de entidades ao Praia Acessível

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, esteve no projeto e acompanhou a visita de entidades dos municípios de Maracanaú e Pacatuba, ambos da Região Metropolitana de Fortaleza.


"Há 15 anos eu não entrava no mar e, graças ao Praia Acessível, hoje, tenho a oportunidade de matar esse desejo. Espero que outros municípios, em breve, possam receber o projeto, para que, assim como eu, mais pessoas sejam beneficiadas com essa iniciativa". O depoimento é de Soraia Lima, de 46 anos, que aproveitou a manhã desta quinta-feira (24) para visitar o Projeto Praia Acessível, no Aterrinho da Praia de Iracema, em Fortaleza. Com idealização do Governo do Ceará, a iniciativa tem como objetivo promover acessibilidade de idosos, pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida à praia.

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, esteve no projeto e acompanhou a visita de entidades dos municípios de Maracanaú e Pacatuba, ambos da Região Metropolitana de Fortaleza. "Vemos que as pessoas, de diversos municípios, se mobilizam para participar do projeto. São crianças, adolescentes, adultos e idosos com deficiência que se mobilizam e percebem a beleza e o prazer de interagir com a natureza. A satisfação é sentida nos olhos e não há palavras para descrever tanta emoção", destacou Onélia.

O local possui tendas, cadeiras de praia, guarda-sóis, estrutura com banheiro acessível, piscinas, frescobol, vôlei adaptado e vagas de estacionamento específicas para o público participante. Guarda-vidas do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal de Fortaleza, além de técnicos da Prefeitura, foram capacitados e atuam auxiliando os usuários do projeto. Desde o início do projeto, em março de 2016, mais de 1.800 emoções já foram vividas pelos usuários da iniciativa, que conta com a parceria da Prefeitura de Fortaleza e do Hotel Sonata.

A dona de casa Ítula Silva, de 34 anos, frequenta o local desde o lançamento e afirma que, a partir da iniciativa, se sente renovada. “Passei 13 anos sem poder entrar no mar. Pra mim era um martírio, pois moro de frente para praia. Porém, desde que o projeto foi lançado, não deixo de vir para praticar mergulho e isso me renovou. Para nós, deficientes, essa iniciativa é bastante positiva socialmente porque realmente nos sentimos inseridos, como deve ser”, enfatiza.

Também voltado para crianças com deficiência, o Praia Acessível integra o pilar Tempo de Brincar do Programa Mais Infância Ceará, que foca nos benefícios da brincadeira para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional das crianças, além do convívio familiar, da socialização e de sua integração à cultura de sua comunidade.

Serviço:
Onde: Aterrinho da Praia de Iracema, em frente ao Hotel Sonata de Iracema
Quando: de quarta a domingo, de 9h às 14h. Já na alta estação (janeiro, julho e dezembro) funciona diariamente no mesmo horário.


Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001