04 de maio de 2017 às 09h54m
Toyota Corolla reestilizado fica mais caro 1 mês e meio após lançamento

Reajuste chega a até R$ 4 mil; veja os valores atualizados.

Toyota Corolla chega à linha 2018 (Foto: Fabio Tito/G1) Toyota Corolla chega à linha 2018 (Foto: Fabio Tito/G1)


 

Menos de 2 meses depois do lançamento, o Toyota Corolla reestilizado ficou mais caro. A tabela de preços sugeridos da linha 2018, atualizada nesta quarta-feira (3), traz reajustes de até R$ 4 mil, caso da versão XEi.

Veja os preços atualizados:

1.8L GLi Couro (CVT) - R$ 91.990 (custava R$ 90.990)

2.0L XEi (CVT) - R$ 103.990 (era R$ 99.990)

2.0L XRS (CVT) - R$ 109.500 (custava R$ 108.990)

2.0L Altis (CVT) - R$ 116.990 (era R$ 114.990)

No caso das 3 primeiras versões, há ainda uma cobrança extra de R$ 1.450 para pintura metálica e de R$ 1.750 para pintura perolizada.

Só foi mantido o preço da versão que não aparece no site para o consumidor, 1.8L GLi CVT, de R$ 69.990, que já inclui a pintura metálica. Essa configuração é mais voltada para venda a portadores de necessidades especiais, mas está disponível a todos os consumidores, diz a montadora.

O que mudou no Corolla?

O sedã está na 11ª geração, lançada em 2014 no Brasil, mas ela passou por uma reestilização, com algumas mudanças visuais, especialmente na frente. Compare abaixo:

 

Compare o antigo e o Corolla reestilizado (Foto: Divulgação)

 

Veja o que mudou na traseira do Corolla (Foto: Divulgação)

 

A Toyota também ressuscitou a versão XRS, com visual esportivo, para um apelo jovem.

Além disso, finalmente, o modelo passou a oferecer controle de estabilidade, item que será obrigatório para todos os carros novos no Brasil a partir de 2022 e que os rivais do Corolla no Brasil já possuiam.

No mais, a mecânica segue a mesma. Ou seja, houve poucas mudanças no sedã que é líder do segmento com folga. Principalmente na comparação com Honda Civic e Chevrolet Cruze, que mudaram de geração.

O Corolla é o 6º carro zero mais vendido no Brasil neste ano, com quase 18 mil unidades emplacadas até abril, segundo a Fenabrave, a associação das concessionárias. O Civic soma 9,8 mil, em segundo lugar, seguindo pelo Cruze, com 5,3 mil.

Saiba o que versão oferece:

GLi CVT Couro: ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos com 1 toque, alarme, retrovisor elétrico com repetidor de seta, relógio digital, computador de bordo, 5 airbags (2 frontais, 2 de cortina e 1 de joelho, para o motorista), controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, bancos, volante e outros detalhes em couro, controles ao volante, descansa braço no banco traseiro, entradas USB e auxiliar, rádio com CD, MP3 e conexão Bluetooth, Isofix (sistema mais prático instalar para cadeirinha), rodas aro 16 de liga leve

XEi 2.0: acrescenta partida por botão, antena tipo ‘tubarão’, ar-condicionado digital, computador de bordo com tela de TFT colorido, controle de velocidade de cruzeiro, “paddle shift” no volante e modo de condução Sport, saídas de ar com acabamento cromado, luzes diurnas (DRL), acendimento automático dos faróis, faróis de neblina, escurecimento automático do retrovisor, retrovisor com rebatimento automático, luz no espelho de cortesia do motorista, destravamento das portas por sensores na chave, rodas aro 17 de liga leve.

Troca o rádio simples por central multimídia com tela de LCD de 7 polegadas sensível ao toque, TV digital, DVD player, rádio CD/MP3, GPS, câmera de ré e Bluetooth. E, a partir desta versão, o estepe é temporário.

XRS 2.0: acrescenta faróis de LED. Aerofólio traseiro, luz freio em LED, saias e ponteira cromada são itens exclusivos.

Altis 2.0: todos os itens da XEi, mais digital com duas zonas (2 controles independentes), ajuste elétrico do banco do motorista, maçanetas e freio de mão cromados, sensor de chuva no limpador e faróis de LED.


Fonte: autoesporte.com

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001