10 de março de 2017
Coema aprova licença para quatro usinas de energia solar em Russas

O complexo formado por quatro unidades deverá ser instalado no município de Russas, numa área de 337 hectares.

Quando estiverem em funcionamento, as usinas gerarão juntas 114 megawatts

O Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprovou, nesta quinta-feira (9), o parecer da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) favorável ao licenciamento (prévio) do complexo de usinas de energia fotovoltaica Solar Res Moreira, do consórcio Russas Energia Solar SPE Ltda. O complexo formado por quatro unidades deverá ser instalado no município de Russas, numa área de 337 hectares.

Quando estiverem em funcionamento, as usinas gerarão juntas 114 megawatts de energia, o equivalente à demanda de 50 mil casas.Uma das vantagens apresentadas pelo consórcio é a localização do empreendimento, em Caraúbas, na margem da BR-116, a cinco quilômetros da sede e a seis da subestação da Chesf. Outro aspecto positivo apontado é a taxa de insolação, satisfatória para dar sustentabilidade econômica ao empreendimento, mesmo em períodos de chuva. Segundo estudos da empresa, 600 empregos serão gerados na fase de instalação, podendo beneficiar direta e indiretamente os 370 moradores das seis comunidades da área de influência das usinas.

Calcário e urbanização

O Coema também aprovou o Projeto para Extração de Magnesita no Sítio Velame, de interesse da empresa Polimix Concreto Ltda. A planta vai extrair calcário de uma jazida de 292 hectares, localizada no município vizinho de Quixeré, na divisa com o Rio Grande do Norte, a quatro quilômetros da localidade de Bonsucesso. E foi aceito ainda o parecer do Projeto de Urbanização da Praia de Mundaú, em Trairi, no Litoral Oeste. Um calçadão de cerca de 18 mil metros quadrados deverá ser construído pela prefeitura local, entre a praça e o mirante da barra.

Alberto Perdigão
Assessoria de Comunicação da Semace


Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001