03 de janeiro de 2017 às 11h05m
IPVA no Ceará tem redução média de 6,4% em veículos de baixa potência

Carros e motocicletas mais potentes tiveram aumento da alíquota de IPVA. Contribuinte do Ceará poderá pagar imposto em até cinco parcelas

A Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz) divulgou nesta quinta-feira (29) as datas e regras do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2017. O IPVA de veículo de baixa potência será, em média, 6,43% mais barato que o valor pago no ano anterior para o mesmo automóvel. Em 2016, a redução média foi de 4,01%. O prazo de pagamento para quem optar pelo pagamento em cota única, com desconto de 5%, é 31 de janeiro.

VEJA O VALOR DO IPVA DO SEU VEÍCULO

Pela primeira vez, o valor da alíquota é escalonado a depender da potência do veículo. Antes, a alíquota era 2,5% para todos os carros. Agora, esse valor permanece para carros de baixa potência, ou seja, até 100 cavalo-vapor (CV); subiu para 3% para carros com potência entre 100 e 180 CV; e para 3,5% para carros acima de 180 CV. Essa característica pode ser observada no documento do veículo.

A lógica também vale para motocicletas, que antes tinham alíquota única de 2%. Esse valor permanece o mesmo para motos até 125 cilindradas (cc) e, caso o veículo não tenha nenhuma multa, cai para 1%. Para motos com potência entre 125 e 300 cc, a alíquota passou para 3; e acima de 300 cc, para 3,5%.

A mudança, aprovada na Assembleia Legislativa, representa que os veículos mais potentes (40% da frota do Ceará) tiveram um aumento da alíquota do IPVA, e o imposto ficará mais alto que o valor pago no ano anterior para o mesmo automóvel. O aumento da alíquota incide sobre motocicletas com mais de 125 cilindradas e carros com mais de 100 cavalos de potência.

O tributo neste ano incide sobre 2.261.247 milhões veículos no Ceará, e a secretaria espera arrecadar R$ 828.562.883,17 com o imposto, aumento de 14% em relação a este ano.

O maior IPVA a ser pago no estado em 2017 será de R$ 43.120,74, referente a uma Ferrari 2010. Já o proprietário de um buggy 2005 pagará o menor imposto, R$ 51,70.

São isentos do imposto veículos de deficientes físicos, máquinas agrícolas e de terraplenagem, micro-ônibus, vans, topics e ônibus intermunicipais que fazem transporte público, veículos com potência menor que 50 cilindradas, táxi e mototáxi, ônibus urbano e metropolitano, veículos com mais de 15 de fabricação e veículo de corpo diplomático.

Datas de pagamento


Quem decidir por parcelar o imposto deverá pagar as cinco parcelas, que não podem ser inferiores a R$ 50, nos dias 10 de fevereiro, 10 de março, 10 de abril, 10 de maio e 12 de junho de 2017. Pagamento em cota única, feita até 31 de janeiro, garante desconto de 5%. Como em 2016, o IPVA 2017 poderá ser pago nos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

Para chegar aos valores constantes nas tabelas do IPVA para 2017, a Sefaz considerou a tabela divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que expressa os preços médios de mercado dos veículos, efetivamente praticados por Estado, e consulta ao Sindivel (Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Ceará).

Sem entrega pelos Correios


A Sefaz ressalta que, da mesma forma como procedeu em 2016, não fará envio dos boletos de IPVA pelos Correios. Todos os boletos para pagamento estarão disponíveis aos contribuintes a partir de 2 de janeiro, no site da Secretaria. A rede arrecadadora do IPVA inclui o Banco do Brasil, a Caixa Econômica, o BNB, Bradesco, casas lotéricas e Farmácias Pague Menos.

Vencimento das parcelas:


Parcela única, com desconto de 5% - 31 de janeiro
1ª Parcela - 10 de fevereiro
2ª Parcela - 10 de março
3ª Parcela - 10 de abril
4ª Parcela - 10 de maio
5ª Parcela - 10 de junho

Veículos com aumento da alíquota de IPVA em 2017:


Aumento de 2% para 3%: ciclomotor, motoneta, mococicleta, tricilo de 125 a 300 cilindradas

Aumento de 2% para 3,5%: ciclomotor, motoneta, mococicleta, tricilo acima de 300 cilindradas

Aumento de 2,5% para 3%: automóvel, camioneta, caminhonete e utilitário de até 180 cavalos

Aumento de 2,5% para 3,5%: automóvel, camioneta, caminhonete e utilitário acima de 180 cavalos


Fonte: g1.com

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001