22 de novembro de 2016 às 07h05m
Reforma da Previdência avalia cobrar inativos que recebem abaixo do teto

Atualmente, os inativos da União recolhem 11% sobre o que vai além do teto do INSS.

Na proposta da reforma da Previdência Social em análise, o Palácio do Planalto já trabalha com a cobrança de servidores inativos da União que recebem abaixo do teto do INSS (R$ 5.189,82). Também se discute um aumento do percentual de recolhimento dos inativos.

Atualmente, os inativos da União recolhem 11% sobre o que vai além do teto do INSS.

Há uma pressão de governadores para que esse valor suba para 14%. Nesse caso, seriam atingidos os inativos da União e dos estados. 


Fonte: BLOG DO CAMAROTT DO G1

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001