26 de outubro de 2016 às 07h21m
Turismo Cultural é aposta para atrair visitantes a Fortaleza

O Espaço Cultural Unifor, reconhecido pela Prefeitura de Fortaleza como o mais novo patrimônio Turístico da Cidade, oferece cultura e arte

Uma cidade para todos os gostos. Do turismo de sol e praia até o bom e velho histórico e cultural. Na última semana, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setfor), tornou o Espaço Cultural Unifor o novo patrimônio turístico da Capital. O objetivo é promover o destino, oferecendo mais uma opção de lazer e cultura para os visitantes.

 

A atual estrutura do Espaço Cultural Unifor é compatível a dos grandes salões de arte do mundo para a realização de mostras de arte na condição ideal para visitação. O local é dotado de sistemas de refrigeração e climatização, controle rigoroso dos índices internos de umidade e de iluminação, toaletes com instalações específicas para pessoas com deficiência, sistema de proteção contra incêndios e saídas de emergência de fácil identificação.

 

O Espaço Cultural Unifor foi criado em 1988 e teve como ponto de partida, os salões de arte Unifor Plástica, onde, desde 1973, ano de criação da Universidade, artistas cearenses, iniciantes e consagrados, têm a oportunidade de exibir sua produção. O equipamento já recebeu nomes de importância da arte internacional, como Rembrandt, Rubens e Miró, artistas brasileiros consagrados, como Iberê Camargo, Antonio Bandeira e Candido Portinari, além de novos talentos da arte cearense e nordestina.

 

Atualmente, o Espaço oferece um acervo que reúne 251 obras dos principais nomes das artes plásticas brasileiras, além de artistas internacionais do porte de Monet, Renoir, Miró e Dalí. A exposição, com cinco séculos de história, divide as obras entre períodos históricos e movimentos artísticos, totalizando cinco eixos: Do Brasil Holandês à República, Modernismo, Abstração, Contemporâneos e Presença Estrangeira. Com visitação gratuita, a exposição fica em cartaz até o dia 18 de dezembro.

 

Para o secretário de Turismo de Fortaleza, Erick Vasconcelos, o reconhecimento do Espaço e sua divulgação no destino poderá ser um fator decisivo para os turistas permanecerem um dia a mais na capital. "Com a proximidade e facilidade de acesso a museus, exposições e monumentos, a visita cultural é praticamente inevitável. Em qualquer cidade ou país que visitamos, queremos conhecer um pouco de sua cultura. Com a divulgação do Espaço, os amantes da arte com certeza irão incluir a visita em seus roteiros, o que possibilita a permanência de mais um dia em Fortaleza", destaca Erick Vasconcelos.

 

Ainda para o secretário, o fortalecimento do Turismo Cultural oferece a possibilidade de desenvolver um pequeno nicho de mercado, gerando novas empresas e novos empregos. "O momento pode ainda ser visto como uma oportunidade para empresas que promovam itinerários culturais, voltadas para atender os turistas, podendo ser criados passeios, transportes e outros serviços em torno do equipamento", destaca.


Fonte: Bárbara Roriz

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001