04 de agosto de 2015 às 05h20m
População em situação de rua participa de qualificação na área de fotografia

O Curso Básico de Fotografia, iniciado no último dia 27 de julho, tem como objetivo qualificar jovens e adultos usuários do equipamento para o mercado de trabalho. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, de 9 às 11 horas.

Pessoas em situação de rua atendidas pelo Centro de Convivência para População em Situação de Rua, equipamento da Secretaria Municipal do Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Setra), estão sendo capacitadas na área de fotografia. Com carga horária de 60 horas, o Curso Básico de Fotografia, iniciado no último dia 27 de julho, tem como objetivo qualificar jovens e adultos usuários do equipamento para o mercado de trabalho. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, de 9 às 11 horas.

Ministrado por um instrutor que conhece a realidade do público, uma vez que superou a situação de rua e hoje é profissional da área de Fotografia, o curso, em sua totalidade, apresentará aos participantes os princípios da câmera fotográfica, seus principais mecanismos técnicos, assim como operacionalizar seus usos integrados para a formação da imagem, entre outras questões técnicas. Por fim, será realizada uma exposição com o resultado do trabalho desenvolvido pelos alunos durante o curso.

As ações de qualificação ofertadas pela Prefeitura, por meio do Centro de Convivência, serão ampliadas em breve com o Projeto Novos Caminhos, que tem como foco a qualificação profissional e social de pessoas em situação de rua. Além de ampliar, o projeto fortalecerá os serviços já ofertados à população em situação de rua, a exemplo de atividades de convivência social, esportivas, de arte e cultura.

O projeto Novos Caminhos tem como propósito desenvolver iniciativas intersetoriais voltadas para a inserção social e profissional de usuários de álcool, crack e outras drogas em situação de rua, por meio do trabalho focado nos seguintes eixos: convívio social,  qualificação profissional em áreas diversas, inclusão produtiva (inserção no mercado de trabalho) e provisão de moradia na modalidade de inclusão social. A população prioritária de atendimento são as pessoas com mais de 18 anos, de ambos os sexos, que fazem uso problemático de drogas e utilizam os espaços públicos como local de moradia.

Centro de Convivência

Com capacidade para atender até 200 pessoas e horário de funcionamento de 8 às 22 horas, o Centro realiza atividades de sociabilidade e convivência contemplando as linguagens lúdicas e culturais, cursos profissionalizantes, além de oferecer serviço de lavandeira para lavagem e secagem de roupa, alimentação de qualidade no horário do café da manhã, almoço e jantar.

A estrutura do Centro apresenta espaços para atendimento individual com garantia de sigilo, espaço coletivo para atividades, cozinha e refeitório para oferta de alimentação e como suporte para as aulas práticas dos cursos profissionalizantes, lavanderia, espaço de leitura e multimídia e para oferta de oficinas e cursos de capacitação. O Centro de Convivência para Pessoas Adultas em Situação de Rua busca assegurar atendimento com atividades direcionadas e programadas para o desenvolvimento de sociabilidade que oportunizem a construção do processo de saída das ruas.

Serviço:

Centro de Convivência para População em Situação de Rua
Endereço: Rua Solon Pinheiro, 898 – José Bonifácio

 

Assessoria de Comunicação da Setra

Secretaria Municipal de Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome


Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001