26 de maio de 2020 às hm
COORDENADOR DE COMUNICAÇÃO DO GOVERNO DIZ ALGO IMPORTANTE

 

 

 

 

 

Em contato com os nossos espaços jornalísticos (Rádio, Jornal, Rede Facebook e Sistema Antonio Viana Online-www.avol.com.br), o conhecidíssimo e conceituado radialista e jornalista Chagas Vieira ressaltou o trabalho sério que a OMS-Organização Mundial de Saúde e os Governos de vários países vem realizando, inclusive, o Governo Cearense, não só para combater a pandemia do novo coronavírus, mas, para proporcionar no menor espaço de tempo possível a própria exterminação da doença. Revela de forma textual: " Parar para continuar seguindo". Conforme "Chaguinhas" como carinhosamente o chamamos " O Brasilbe o mundo enfrentam uma das maiores crises da História. O coronavírus já matou centenas de milhares de pessoas e provocou o cáos na economia global. Países ricos e desenvolvidos estão de joelhos para a doença, que se multiplica numa velocidade assustadora".


E MAIS- Fez questão de afirmar o Coordenador de Comunicação do Governo Camilo Santana que: "No Brasil, um dos países mais desiguais do mundo, onde 1% da população mais rica concentra quase um terço de toda a renda? O Brasil, que ocupa a 79a. posição no ranking de desenvolvimento humano, onde mais de 50 milhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza. É este o Brasil, pobre e desigual, que começa a conhecer de perto a face devastadora do Coronavirus. São milhares de casos confirmados e já um número grande de mortos no país, inclusive, lamentavelmente, no nosso Ceará. O crescimento é espantoso, geográfico. E se antes atingia as áreas mais nobres, pelo contato que tiveram com infectados de outros países, agora os casos se espalham para áreas mais periféricas, onde estão as famílias mais vulneráveis".


E CONTINUA "CHAGUINHAS"- Na sua opinião, quando as mais respeitadas entidades médicas do mundo indicam isolamento social é com o objetivo de que a velocidade da contaminação diminua e não atinja todos ao mesmo tempo. Dessa forma, admite: "o sistema de saúde conseguiria suportar melhor a demanda de atendimentos. Em países como Itália e Espanha, que não adotaram as medidas de isolamento social em tempo hábil, esse sistema logo entrou em colapso, e milhares de pessoas morreram sem conseguir atendimento. O temor é que o mesmo ocorra aqui. Mais de 80% da população brasileira utiliza o sistema público de saúde. Serão essas pessoas as que mais sofrerão".


RECADO FORTE- O jornalista e radialista Chagas Vieira, com a responsabilidade que tem, inclusive, de promover com segurança e isenção todo o trabalho de divulgação do Governo, afirmou de forma bem enfática: : O momento é muito grave para reduzir a discussão a querelas políticas e ideológicas, como alguns insistem em fazer. O momento deve ser de união de todos. O que tem de se buscar é salvar o máximo de vidas. Por isso, todas as as medidas tomadas pelos governantes devem ter embasamento técnico e científico, com muito critério e responsabilidade, como tem ocorrido no Ceará".


ECONOMIA- E o Coordenador de Comunicação do Governo do Ceará concluiu seu recado através de nossos espaços jornalísticos com a mesma ênfase do início de sua fala: " Assim como no resto do mundo, a economia brasileira sofrerá grave impacto. Todos perderão. Mas o momento agora éverdade redução de danos. Principalmente danos contra a vi da, o bem mais precioso. Setores essenciais devem continuar funcionando, como estão, para garantir o abastecimento e manutenção dos serviços. Os outros setores perdem hoje, para não perder muito mais depois. Prejuízos podem ser recuperados; vidas jamais".




COMPARTILHAR




Mais - Coluna do Viana

  1. 15.07.2020Quarta GRUPO DO DEPUTADO GENECIAS SOFRE GRANDE BAIXA EM PARAMBU
  2. 14.07.2020Terça ZÉ AÍLTON BRASIL DISPUTA REELEIÇÃO AGORA PELO PT
  3. 13.07.2020Segunda EM GRANJA SAI SOBRINHA E VAI A MULHER DO DEPUTADO
  4. 10.07.2020Sexta COMANDANTE DAS ELEIÇÕES 2020 NO BRASIL ESTÁ FIRME
  5. 09.07.2020Quinta DOIS DEPUTADOS ESTADUAIS VÃO DISPUTAR EM CAUCAIA
  6. 08.07.2020Quarta CEARÁ É DESTAQUE NACIONAL NO COMBATE AO CORONAVÍRUS
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001