11 de fevereiro de 2020 às hm
EX-DEPUTADOS ANTÔNIO JACÓ E TED PONTES NO PALANQUE 2020

 

 

 

 

Nossa reportagem conversou dentre outros, nas últimas horas, com os ex-deputados Antonio Jacó e Ted Pontes, que foram representantes na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, dos municípios de Redenção e Caucaia, respectivamente, bem como da Região Metropolitana e de outras regiões do Ceará sempre com boas atuações. Jacó foi inclusive Primeiro Secretário da Casa e Ted antes de chegar ao Parlamento Estadual foi Presidente da Câmara Municipal de Caucaia e da UVC, União dos Vereadores do Ceará. O ex-deputado Antônio Jacó foi a vida inteira vinculado à um só partido ( o PSD e seus sucedâneos), mas agora aceitou convite da direção estadual do PTC, através do ex-deputado Tomaz Holanda e filiou-se ao mencionado partido pelo qual poderá disputar a Prefeitura de Redenção. Quanto a Ted Pontes, que pertence ao PSC, está propenso tanto a disputar quanto vir a apoiar outro nome" mas isso ainda estamos resolvendo", confessou ao vovô Viana.


DEVE DISPUTAR- Após longa conversa com o Deputado Evandro Leitão (IPDT), em quem voltou para a Assembleia Legislativa em 2018, o ex-deputado Antonio Jacó voltou ao Maciço de Baturité convencido de que precisa realmente colocar seu nome como opção ao eleitorado de Redenção, a fim de que em sendo eleito, em outubro vindouro, possa recolocar o município na rota dos que dão oportunidade às lideranças e expressões locais na condução das políticas sociais e não, pessoas de fora "que na verdade não conhecem a realidade da população, como ocorre atualmente", disse Jacó em entrevista à nossa reportagem. O ex-deputado Ted Pontes, vinculado ao PSC, revelou ter conversas com outras lideranças de Caucaia "e ainda neste mês de Fevereiro deverei anunciar minha candidatura ou a desistência da mesma em apoio, provavelmente, à reeleição do prefeito Naumi Amorim, mas, ainda não tenho a definição definitiva. Lhe procurarei para dar a notícia em primeira mão", enfatizou. Estamos atentos,


VERBA PROIBIDA- O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral-TRE, reunido ainda em janeiro último (27/01), julgou uma consulta formulada pelo diretório estadual do Partido dos Trabalhadores(PT) e o acórdão, publicado no Diário Eletrônico do TRE, no caso o DJE, proíbe a aplicação das verbas destinadas a candidaturas femininas para o pagamento de dívidas de campanha.


SAIBA MAIS- Na consulta, o PT questionou "se o pagamento das dívidas de campanha, contraídas por candidatas filiadas ao partido, poderiam ser contabilizadas como criação e manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres para os fins do percentual de 5% de que trata o art. 41, inciso V da Lei número 9.096/95". A Lei Eleitoral destaca um percentual mínimo de participação feminina nas candidaturas dos partidos.


TUDO EXPLICADO- Na sessão, os membros do Pleno do TRE, por unanimidade, acompanharam o voto do relator, desembargador Inácio de Alencar Cortez Neto, conhecendo e respondendo negativamente à consulta apresentada pelo Partido dos Trabalhadores. O relator explicou na ocasião que, conforme, disposto na Lei 9.096/95, "as atividades elegíveis para receber o incentivo financeiro do Fundo Partidário são aquelas destinadas a fomentar a participação feminina nas eleições e nas agremiações partidárias. A razão de existir do dispositivo vincula-se a eventos de caráter educativo e com vistas a criar uma consciência acerca da importância da participação da mulher no âmbito político-partidário. Todas as atividades correlatas, obviamente, precedem o processo eleitoral e os gastos a ele inerentes". No final da leitura do voto, o magistrado pontuou que "o parágrafo 5o. do mesmo artigo supracitado veda a aplicação dos referidos recursos em finalidade diversa daquela prevista no aludido inciso V do caput do artigo 44 da Lei 9.096//95".


SELO MUNICÍPIO VERDE- As inscrições para o Programa Selo Município Verde (PSMV), que este ano está na sua 13ª Edição, estão abertas até o dia 28 vindouro. Os municípios cearenses interessados em participar do processo de certificação devem atentar para o prazo, que também é válido para a entrega da documentação que comprove ações em prol do meio ambiente. O Selo Município Verde é uma certificação ambiental pública, instituída por lei estadual cujo objetivo é identificar municípios que adotam ações ambientais e políticas municipais de desenvolvimento ambiental, conforme revelou aos nossos espaços jornalísticos (Rádio,Jornal, Rede Facebook e Sistema Antonio Viana Online-www.avol.com.br), o titula da SEMA, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno. Para mais esclarecimentos, os interessados devem em contato com o telefone (85) 3108.2777.




COMPARTILHAR




Mais - Coluna do Viana

  1. 21.02.2020Sexta ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E O SEGUNDO FESTIVAL DE MÚSICA
  2. 20.02.2020Quinta TURISMO É O GRANDE CONDUTOR DO DESENVOLVIMENTO DO CEARÁ
  3. 19.02.2020Quarta CAUCAIA FAZ INSCRIÇÃO DO CADASTRO ÚNICO PARA 2020
  4. 18.02.2020Terça LÚCIO GOMES DIFERENTE DOS IRMÃOS NÃO DISPUTA ELEIÇÕES
  5. 17.02.2020Segunda DEPUTADO LEONARDO ARAÚJO AGRADECE EM NOME DO POVO
  6. 14.02.2020Sexta Partidos políticos se unem em Tauá para eleições/2020
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001