07 de junho de 2019 às hm
Aldigueri critica Voucher Digital em Jeriocooacoara

O Deputado Estadual Romeu Aldigueri (Foto), pertencente ao PDT, levou à tribuna da Assembleia Legislativa durante a sessão plenária de terça-feira, 04/06, um assunto que ganhou os noticiários locais e nacionais no último fim de semana, os conflitos na Região Norte ocasionados por uma Lei Complementar do município de Jijoca que estabelece um voucher digital para a entrada e a saída de veículos de cooperativas de guias de turismo no Parque Nacional e na Vila de Jericoacoara. Em seu pronunciamento, o pedetista frisou que Jericoacoara é um patrimônio mundial, não pertence apenas ao município de Jijoca e entra nos limites dos municípios de Camocim e de Cruz. “Só é possível chegar à vila pela praia do Preá, passando por Cruz, pela praia do Guriú, passando por Camocim, ou pelas dunas móveis passando por Jijoca. O turismo é integrado. Não se pode admitir que num parque que é manejado nacionalmente pelo ICMBio se possa inferir novas taxas como se ali não existisse o parque nacional e como se todos os destinos de passeios turísticos diários que se tem não passassem no parque”.

 

Destino dos recursos - Em sua fala o deputado questionou no plenário da Assembleia o destino dos recursos gerados pelas novas taxas estabelecidas pela Prefeitura de Jijoca referentes à diária e ao estacionamento, pois não existe uma prestação de contas por parte do município sobre o valor que está sendo arrecadado e como está sendo utilizado. Complementou dizendo que hoje o ICMBion (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) gerencia o parque; a Semace (Superintendência Estadual do Meio Ambiente) licencia e fiscaliza as construções de Jericoacoara; e a Prefeitura Municipal cuida da Lei do Uso e Ocupação do Solo e da coleta seletiva do lixo.

 

Solidariedade - Romeu encerrou seu pronunciamento solidarizando-se com todos os profissionais e comerciantes da região do entorno e adjacências de Jeri, em especial a todos de Camocim, Cruz, Granja, Bela Cruz e Acaraú que estão sendo perseguidos, impedidos de trabalhar e tolhidos na sua liberdade de locomoção, o que considera inadmissível em se tratando de um bem de uso comum do povo e de uma área protegida como parque nacional.

 

Audiência pública - O parlamentar já havia protocolado, no dia 16 de maio, requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para debater a eventual intervenção do Governo Federal de privatizar os serviços do Parque Nacional de Jericoacoara. Em vista dos últimos acontecimentos, voltou a protocolar na segunda-feira, 03/06, mais um requerimento de audiência pública com o intuito de discutir a limitação do uso e do direito de ir e vir da área de Jericoacoara, que tem gerado transtornos ao fluxo de pessoas e atividade comercial de diversos setores, principalmente o de transporte turístico de passageiros. A intenção é que as duas audiências sejam realizadas em conjunto no dia de Junho (segunda-feira vindoura) data ainda a ser confirmada.

 

Saiba mais - Como superintendente do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), cargo que ocupou no período de 1995 a 2002, Aldigueri foi responsável pelo gerenciamento da antiga APA (Área de Proteção Ambiental) de Jericoacoara. Na época foi um dos mentores da concepção e apresentação da ideia que transformou a APA em Parque Nacional, através de um decreto do Presidente da República, deixando apenas a área da vila, onde reside a população, como área de preservação. A partir daí Jericoacoara foi ainda mais preservada e respeitada nacionalmente e internacionalmente.

 

Seminários do ZEEC - E por falar em Jericoacoara, o Governo do Estado realizou na terça-feira, 04/06, na Câmara Municipal, o seminário sobre Zoneamento Ecológico-Econômico da Zona Costeira do Estado (ZEEC). O secretário Artur Bruno falou aos presentes e ressaltou a importância do evento. Também ocorreu o mesmo seminário em Itapipoca e, anteriormente, no finzinho de maio, em Caucaia e Aracati. As ações do Zoneamento envolvem as regiões da Costa Oeste, Leste, Extremo Oeste, além de Fortaleza e Região Metropolitana e vão continuar por todo o corrente ano, disse em entrevista aos nossos espaços jornalísticos o titular da Semace, Secretaria do Meio Ambiente. Segundo Artur Bruno " a ideia é integrar aspectos ambientais e socioeconômicos, desenvolvendo econômica e socialmente a localidade, com garantias de proteção ambiental.




COMPARTILHAR




Mais - Coluna do Viana

  1. 14.06.2019Sexta NAUMI AMORIM INAUGURA UMA UBS NO PARQUE GUADALAJARA
  2. 13.06.2019Quinta Esta quinta-feira é dia do ex-deputado Antônio Jacó
  3. 12.06.2019Quarta PREFEITO DE CAUCAIA NAUMI JÁ PERTENCE AO PSD/CEARÁ
  4. 11.06.2019Terça PSDC tenta viabilizar nomes para eleições do próximo ano
  5. 10.06.2019Segunda FRENTE PARLAMENTAR PELA SEGURANÇA EM MARACANAÚ
  6. 07.06.2019Sexta Aldigueri critica Voucher Digital em Jeriocooacoara
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001