04 de setembro de 2019 às hm
Fisioterapia no tratamento da cefaleia do tipo tensional
Getty Images
 
Dentre as cefaleias primárias, a cefaleia tensional de forma episódica é considerada o tipo mais frequente. Entre outros fatores, os psicopatológicos são os predominantes no desenvolvimento desse tipo de cefaleia.
As cefaleias cervicais podem ocorrer devido à alterações nas vértebras cervicais altas, com manisfestações dolorosas principalmente na região occipital (base do crânio) dependendo da localização da vértebra afetada.
 
Para entender melhor a relação entre as alterações no posicionamento cervical e as dores na cabeça e na face é preciso primeiramente saber que este tipo de cefaleia é uma forma de dor referida oriunda dos três primeiros segmentos da coluna cervical, onde está localizado o núcleo trigeminal da medula espinhal.
A cefaleia tensional episódica, caracteriza-se por durar entre 30 minutos e 7 dias e apresentar um ou menos episódio de dor de cabeça por mês. Sua dor é descrita como uma pressão bilateral e não se agrava ao realizar esforços ou atividades diárias. Diferentemente da enxaqueca, as cefaleias não são acompanhadas de náusea e vômitos
Elaborado o diagnóstico correto, muitas da cefaléias primárias podem ser abordadas com sucesso pelas técnicas da osteopatia e da quiropraxia, onde através de técnicas direcionadas para a normalização dos micromovimentos dos ossos do crânio e da coluna cervical, será possível influenciar positivamente a vascularização e a drenagem venosa intracraniana, bem como os impulsos neurológicos provenientes da coluna cervical.barriga
É necessário considerar traços característicos de uma dor de origem cervical :

 
- Começo repentino logo após um movimento brusco do pescoço;
-Dor unilateral occipital ou suboccipital;
-Dor que aparece com movimentos do pescoço;
-Postura anormal de cabeça e pescoço;
-Limitação dolorosa da cervical superior;
-Mobilidade anormal na união crânio vertebral.

 

 

 

Em relação ao tratamento fisioterapêutico, técnicas de terapia manual baseadas em mobilização articular e desativação de pontos gatilho de dor miofascial, tem alto índice de evidência para tratamento de desordens crânio-cervicais, devendo ser utilizadas como terapia inicial para controle dos sintomas que uma vez controlados, evolui-se o tratamento para a terapia postural objetivando posicionar da melhor forma possível a cabeça sobre a coluna cervical, a fim de aliviar estresses desnecessários sobre os tecidos de sustentação, melhorando a estabilidade cervical.

 

 

DR. ANTONIO VIANA DE CARVALHO JÚNIOR (FISIOTERAPEUTA)

Especialista em Fisioterapia Traumato-Ortopédica

Osteopatia e Quiropraxia

Terapia Neural e Dry Needling

Tratamento de Disfunções da ATM e Algias da Coluna Vertebral

 

Rua Solon Pinheiro 1539, Bairro de Fátima

(85) 99955-7355

 




COMPARTILHAR




Mais - Saúde em Dia

  1. 11.10.2019Sexta Terapia Neural - Tratamento Eficaz de Dores Agudas e Crônicas
  2. 04.09.2019Quarta Fisioterapia no tratamento da cefaleia do tipo tensional
  3. 22.05.2019Quarta Fisioterapia no Pós Operatório de Cirurgias Ortognáticas
  4. 08.05.2019Quarta Fisioterapia nas Cefaléias Cervicogênicas
  5. 21.04.2019Domingo Efeitos da Terapia Manual nas DTM
  6. 27.03.2019Quarta Fisioterapia em DTM e Dor Orofacial em Fortaleza
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001